Dilma cancela pronunciamento sobre impeachment por orientação da AGU


A presidente Dilma Rousseff (PT) cancelou o pronunciamento que faria em cadeia nacional de rádio e televisão, nesta sexta-feira (15), para pedir apoio contra o impeachment de seu mandato.

De acordo com o jornal Folha de São Paulo, a presidente decidiu seguir orientação da Advocacia-Geral da União (AGU). 

O órgão avaliou que a fala poderia causar problemas jurídicos. Políticos da oposição chegaram a entrar com uma ação na Justiça Federal de Brasília para barrar o pronunciamento, alegando que não havia justificativa para a atitude. 

Ainda segundo o jornal, Dilma pretendia afirmar que a história deixará os defensores do impeachment com a “marca do golpe”. A petista também ratificaria que não pesa nenhuma denúncia de corrupção contra ela e que o impedimento pode representar um perigo para a democracia brasileira. 

O discurso chegou a ser gravado na manhã desta sexta-feira (15), no Palácio da Alvorada.

Comentários