PMDB, PSB, PSDB E OUTRAS SIGLAS TÊM POLÍTICOS E PARENTES COM OFFSHORES


Arquivos da Mossack Fonseca, divulgados por Fernando Rodrigues, mostram que o escritório panamenho criou ou vendeu empresas offshore para políticos brasileiros, entre eles, o deputado federal Newton Cardoso Jr. (PMDB-MG) e o pai dele, o ex-governador de Minas Gerais Newton Cardoso; o ex-ministro da Fazenda Delfim Netto; os ex-deputados João Lyra (PSD-AL) e Vadão Gomes (PP-SP), e o ex-senador e presidente do PSDB Sérgio Guerra, morto em 2014.

Há também lista de parentes de políticos, como Gabriel Nascimento Lacerda, filho do prefeito de Belo Horizonte, Márcio Lacerda (PSB), e de Luciano Lobão, filho do senador Edison Lobão (PMDB-MA).

Os documentos, obtidos pelo ICIJ (Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos), organização sem fins lucrativos e com sede em Washington, nos EUA, estão sendo investigado há cerca de um ano para a preparação da série Panama Papers - leia aqui.

Comentários