Quadro de homem que ateou fogo no corpo em Brasília é estável

A Secretaria de Saúde informou que o estado de saúde do paciente J.M.G, que ateou fogo no próprio corpo na manhã de domingo (10), em frente ao Palácio do Planalto, ainda é considerado grave, mas estável.

O rapaz de 40 anos foi encaminhado ao Hospital Regional da Asa Norte, com 90% de superfície corporal queimada. Segundo a secretaria, ele continua internado na unidade de queimados. Apesar de ainda ter seu quadro considerado grave, o homem apresenta "estado geral estável, respira e se alimenta espontaneamente".


A Secretaria de Saúde declarou que o paciente "segue sob observação rigorosa".

O governo do Distrito Federal não deu detalhes sobre a identidade do homem ou as motivações do ato. O paciente não portava nenhum tipo de documentação e se identificou para a equipe de profissionais que o atendeu no hospital como sendo morador de São Leopoldo (RS). De acordo com a Secretaria de Saúde, J.M.G nasceu em 1976.

A segurança na Esplanada dos Ministérios e no entorno da Praça dos Três Poderes terá operação especial ao longo de toda essa semana, por conta da votação do processo de impeachment. Alguns manifestantes já começaram a se organizar para permanecer no local. Acampamentos de lideranças ligadas a movimentos sociais estão sendo montados do lado esquerdo da Esplanada. A polícia estimou, a partir dos movimentos sociais, que cerca de 300 mil pessoas poderão comparecer na Esplanada no próximo fim de semana.*uol

Comentários