Funcionária é afastada nos EUA após post racista sobre Michelle Obama

Ela afirmou que está cansada de ver uma 'macaca de salto'. Prefeita elogiou postagem e também é alvo de polêmica.
Pamela Ramsey Taylor, autora do post (Foto: Pamela Ramsey Taylor/Facebook)
Uma funcionária de uma organização não-lucrativa do estado americano da Virgínia Ocidental disse que foi afastada após ter feito um post racista no Facebook contra a primeira-dama Michelle Obama.

Pamela Ramsey Taylor, diretora da Corporação de Desenvolvimento do condado de Clay, fez o post após a vitória do republicano Donald Trump à presidência.

A postagem diz: "Vai ser renovador ter uma primeira-dama classuda, bonita e digna na Casa Branca. Estou cansada de ver uma macaca de salto".

A prefeita da cidade de Clay, Beverly Whaling, comentou: "Você fez o meu dia, Pam".

Pamela disse na segunda-feira à TV local que foi afastada. Sua situação deveria ser analisada pelo conselho municipal nesta terça.

O post gerou repercussão e pedidos para que tanto Pamela como a prefeita deixassem seus cargos. Ele repercutiu bastante nas redes sociais até ser apagado.

A Clay County Development Corp é uma organização não-lucrativa, provê ajuda para idosos e moradores necessitados do condado. Ela é financiada por verbas estaduais e federais.

A organização não tem ligação com a cidade de Clay.
Post racista sobre Michelle Obama (Foto: Reprodução)
fonte:http://g1.globo.com/

Comentários