ARTICULADOR DO GOLPE PARA ESTANCAR A SANGRIA, JUCÁ LEVOU R$ 22 MILHÕES


O senador Romero Jucá (PMDB-RR), que defendeu "estancar a sangria" da Lava Jato tirando Dilma Rousseff da presidência da República, levou mais de R$ 22 milhões da Odebrecht em propina.

A denúncia foi feita pelo ex-vice-presidente de Relações Institucionais da empreiteira Cláudio Melo em delação premiada. Segundo ele, Romero Jucá, que era o "Caju" nas planilhas, era o principal interlocutor da empreiteira no Senado.

Segundo reportagem do Jornal Nacional veiculada nesta sexta-feira 9, o delator contou que a empreiteira repassava recursos a Jucá em troca de apreciação e votação de medidas e projetos no Congresso de interesse da empreiteira.  fonte: brasil247

Comentários